Workshop: Entendendo o Universo dos acumuladores



Vocês já ouviram falar sobre acumuladores? 

Então o transtorno de acumulação ou acumulação compulsiva, hoje é classificado como uma doença. O indivíduo diagnosticado com o transtorno não consegue desfazer dos objetos. Quaisquer que sejam. A sensação de medo, angústia e sofrimento são extremamente fortes quando se trata do descarte. O indivíduo acumula posses além da necessidade ou prazer aparente e desfazer destes objetos pode ser difícil, causa muita dor e aflição. Em alguns casos o uso de medicamentos específicos são indicados para o tratamento, além de acompanhamento psicológico e profissional.

O personal organizer tem um papel fundamental durante o acompanhamento com estes pacientes auxiliando no processo de organização do espaço sempre com o apoio de um profissional da área da saúde. Você conhece alguém com este perfil? Gostaria de ajudar esta pessoa ou contribuir para o processo de desapego e acompanhamento? Então não perca, uma oportunidade única. Neste sábado, dia 07 de julho, a ArpopMG estará realizando um Workshop sobre o universo dos acumuladores. A convidada Adriana Saade de São Paulo, é publicitária de formação e Personal Organizer a 9 anos. Especialista em acumuladores, dedica boa parte do seu tempo na pesquisa e trabalho junto a profissionais da área da saúde, trabalho sempre encabeçado por uma psicóloga e uma personal organizer. Neste Workshop ela vai abordar formas diferentes de trabalhar com o acumulador. Se você se identificou com este perfil ou conhece um amigo ou parente que gostaria de participar, garanta sua vaga. 








https://2.bp.blogspot.com/-NgD5d7-LQ6M/WHgo7Ddk-PI/AAAAAAAAI94/yNc_2iG5q14cebzutskfHmT80PEayVsQwCLcB/s1600/ASSINATURA%2BBLOG.jpg

Tatiana Melo

é Bióloga, professora, Personal Organizer. Tem como lema: "Organizando ambientes e melhorando a qualidade de vida dos clientes", tanto que dedica parte do seu tempo para compartilhar suas experiências nesse blog como Personal Organizer e dar dicas sobre organização das mais diversas formas.


0 comentários