Pular para o conteúdo principal

5 dicas para praticar o desapego

Praticar o desapego é muito difícil para algumas pessoas. Desfazer de bolsas, sapatos ou peças que possuem algum valor emocional então é ainda mais difícil. Contudo não é impossível desfazer de algumas peças sem sofrimento. Por mais que tenhamos um apego por algumas peças, é preciso avaliar o que você realmente precisa e o que está ocupando espaço desnecessário. Para auxiliar as pessoas com dificuldade em praticar o desapego sugiro seguir as seguintes instruções no momento da organização de closets e guarda-roupas.
O Primeiro passo é avaliar quanto tempo não usa aquela peça, se tem mais de um ano que você não usa determinada peça, provavelmente não irá utilizar tão cedo.
Pense se esta peça está na moda, ou é uma peça básica que pode compor com um bom look. Por mais cíclica que a moda seja, é necessário ter bom senso e avaliar se usaria esta peça novamente.
Pense se a peça ainda serve em você, ou se precisa de alguns reparos na costureira.
Se você tem duas peças iguais, saiba que não é necessário, doe uma peça.
Algumas clientes que atendo possuem peças ainda com etiquetas que nunca foram usadas e estão guardadas a um bom tempo, provavelmente esta foi uma compra por impulso, então pense bem na hora de comprar, se a peça realmente não for ser usada, doe.
Pratique o desapego pelo menos uma vez no mês ou de acordo com sua rotina de organização, não se apegue ao que ocupa espaço desnecessário no seu guarda-roupa, desapegue e tenha um ambiente harmonioso, saudável, agradável e com espaço sobrando para novas experiências. Pratique o desapego do bem e doe para quem precisa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como montar um armário inteligente?

Gosto muito da ideia de buscar organização para construção de um armário mais consciente. Vejo muitas pessoas buscando alternativas para comprar de forma inteligente e não deixar peças estocadas no armário. A construção de um armário que funcione não começa na triagem dos pertences, não começa no desapego. A verdade é que a organização começa com compras realmente inteligentes. Por isso, antes de comprar qualquer peça nova pense em responder três perguntas importantes para decidir sobre a compra: Qual é o objetivo desta compra? Consigo combinar esta peça com quantas outras que já tenho no armário? Tenho espaço para guardar esta peça no meu armário? Após refletir sobre estas três perguntas conclua que a construção de um armário que funcione começa na compra e não no desapego. A triagem, o desapego é a primeira fase do trabalho de organização para quem precisa tomar decisões para construção de um novo estilo de vida. Se você ainda não está na fase do desapego, pode se colocar na fase de

Workshop Viver de Organização

O Workshop Viver de Organização é para você que é ou deseja ser uma Personal Organizer.  Um  evento online, gratuito e sem replay que vai acontecer neste mês.  Neste evento, eu vou falar sobre: Mentalidade da Organização  Estilos de empreendedoras Dia a dia da  Personal Organizer Estratégias de precificação Para participar, clique no link abaixo e garanta sua vaga! Te espero lá! Workshop Viver de Organização

Plantas ideais para ambientes internos

Não é segredo, eu amo plantas. Tenho percebido que durante esta pandemia a procura por plantas aumentou. Nos últimos meses as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa e com os olhares voltados para o ambiente que se vive, muitas pessoas começaram a fazer mudanças dentro de suas casas. Tenho recebido muitas perguntas a respeito da melhor forma de manter a casa em ordem, mas também recebo perguntas de pessoas que buscam levar mais vida para dentro de suas casas de forma harmônica . A organização proporciona harmonia, saúde e bem estar, mas as plantas dão um toque de verde muito especial para completar este trabalho. Pois bem, as plantas cumprem muitas funções interessantes, sou apaixonada pela fisiologia destes seres vivos incríveis e ainda mais apaixonada pela energia que elas podem levar para a nossa casa .  Planta pra mim é terapêutico. O que percebo deste aumento da procura por plantas nos últimos meses é uma visão que sou apaixonada: Transformar casas em LAR.  A primeira dica é