Reformas na casa: como ser econômico ao realizá-las?



Reformar uma casa ou um apartamento é algo que inúmeras pessoas desejam, mas muitas desistem desse sonho, justamente pelo medo de que algo saia diferente do planejado e coloque em risco seu orçamento, seu imóvel e a sua paciência. Mas com um pouco de cuidado e seguindo algumas dicas, é possível ter o resultado que você espera, sem se surpreender negativamente durante o trajeto.
Sabia que a reforma da casa não precisa ser sinônimo de frustração e gastos extras? Confira como podemos te ajudar!

Planeje

Embora essa seja uma dica que pareça simples e até óbvia, muitas pessoas ainda sofrem com problemas nas obras, justamente porque desconsideram a etapa de planejamento e acreditam que reformar é uma “caixinha de surpresas”. Portanto, com esse pensamento, não existe nada que possa ser feito.
Todos os especialistas do setor são unânimes em relação à importância do planejamento. Por isso, coloque no papel tudo o que precisa ser feito, o quanto de orçamento você tem disponível, o prazo para a execução dos serviços e assim por diante.
Nesse planejamento, aproveite para tentar entender se todas as mudanças que você quer fazer são realmente possíveis dentro do que você pode gastar. Pense também se algumas podem ser retiradas ou reformuladas para caber no orçamento.

Pesquise preços e negocie

Para economizar na compra dos materiais de construção, é muito importante pesquisar bem, afinal, os valores podem variar bastante de um local para outro e também de um mês para outro. Não se esqueça de negociar com os fornecedores. Se for possível, pague à vista, já que os descontos costumam ser mais interessantes.
Outra maneira é pedir desconto caso você aumente a entrada do parcelamento. Mas, atenção: o pagamento antecipado deve ser feito apenas para os materiais de construção e acabamentos. As equipes de mão-de-obra devem ser pagas semanalmente ou a cada 15 dias, permitindo que você tenha mais controle do trabalho executado.

Desconfie dos valores muito baixos

Na hora de analisar os orçamentos recebidos, tenha cuidado e desconfie daqueles que estão bem distantes da média do mercado. Em relação aos materiais, isso pode significar baixa qualidade e resistência, o que pode comprometer a sua obra. Já no que diz respeito aos profissionais, uma mão-de-obra barata pode ser inexperiente ou ter outros tipos de problemas que, em longo prazo, podem significar custos extras.

Use soluções criativas na reforma da casa

Se o orçamento está apertado para todas as alterações que você deseja fazer, pense fora da caixa e aproveite as novidades que o setor de construção oferece. Em vez de retirar e trocar todo o piso da casa, use as opções de piso sobre piso ou de piso flutuante, como o vinílico, por exemplo.
Os azulejos também podem ganhar uma cara nova com os adesivos específicos para essa área. Até mesmo os móveis antigos podem ser incorporados à sua decoração, ganhando uma pintura nova e uma reforma simples, como a troca das portas dos guarda-roupas ou dos puxadores de gavetas, por exemplo.


Conte com ajuda especializada

Fazer tudo sozinho é uma péssima ideia que pode colocar em risco suas finanças e até mesmo a segurança da sua obra. Contar com o apoio técnico de um engenheiro, arquiteto e decorador ajuda você a economizar tempo, além de garantir que nenhuma mudança estrutural será feita de forma errada. Lembre-se que as reformas que alteram a estrutura das construções necessitam de registro na Prefeitura da cidade e de acompanhamento profissional, itens obrigatórios por lei.

Pense verde

As soluções sustentáveis são opções muito interessantes para a reforma da casa. Embora, em um primeiro momento, elas possam ter valores mais altos, em longo prazo significará economia, como reduzindo seu consumo de energia elétrica e de água. Não precisa de itens muito complicados para adequar a sustentabilidade a sua reforma, às vezes, ampliar as janelas, por exemplo, já permite a entrada de mais luz solar e reduz a necessidade de lâmpadas e ventiladores.
Ficou mais fácil economizar na reforma da casa e ainda não transformar esse momento em algo desagradável e em fonte de preocupação? Se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário para a gente!


Guest Post escrito por Parceiros Lar Imóveis: www.larimoveis.com.br





https://2.bp.blogspot.com/-NgD5d7-LQ6M/WHgo7Ddk-PI/AAAAAAAAI94/yNc_2iG5q14cebzutskfHmT80PEayVsQwCLcB/s1600/ASSINATURA%2BBLOG.jpg

Tatiana Melo

é Bióloga, professora, Personal Organizer. Tem como lema: "Organizando ambientes e melhorando a qualidade de vida dos clientes", tanto que dedica parte do seu tempo para compartilhar suas experiências nesse blog como Personal Organizer e dar dicas sobre organização das mais diversas formas.


0 comentários